O sonho hollywoodiano se tona realidade para Josephine Langford

Josephine Langford nasceu no dia 18 de agosto de 1997 em Perth, Australia, filha dos médicos Elizabeth e Stephen Langford e irmã mais nova de Katherine Langford. Desde cedo, Josephine já sonhava em ser atriz e em 2013 iniciou sua carreira e desde então nunca parou. Leia mais

Por em março 30, 2019
The West Australian por Jessie Papain (31 de janeiro de 3017)

Conseguir um papel em um filme ao lado de uma lista de nomes conhecidos de Hollywood é algo com que a maioria dos jovens atores só poderia sonhar.

Mas foi exatamente assim que Josephine Langford, nascida em Perth, fez sua estréia no cinema internacional.

A atriz de 19 anos retornou recentemente do Canadá, onde estava filmando o suspense de terror adolescente Wish Upon ao lado de
Ryan Phillippe, Joey King, Elisabeth Rohm, Ki Hong Lee e Shannon Purser.

Embora Phillippe seja talvez o mais famoso do grupo, Langford admitiu que ela não estava fascinada por ele, e que ela não o reconheceu no início. “Eu realmente não sabia quem ele era – eu tinha visto Crash e conhecia Reese Witherspoon e Cruel Intentions, mas eu realmente só sabia o nome dele”, ela disse à AAA.

“Joey foi a pessoa que mais me impressionou, e Shannon porque ela fez Barb em Stranger Things.”

“(Phillippe) era muito tranquilo. É bom porque você espera que muitos grandes atores sejam egoístas, mas ele era muito pé no chão. ”

No filme, descrito como “Meninas Malvadas com muitas mortes”, Langford interpreta a abelha rainha do ensino médio Darcie Chapman, que é a antagonista da personagem de King.

“Eu tive que jogar um monte de frappaccinos na Joey, o que foi divertido”, ela riu.

“Foi ótimo poder trabalhar com um elenco que era tão legal. Todos se deram tão bem, o que é raro”.

Conseguir o papel demorou muito para a atriz criada em Subiaco, que havia passado os 18 meses anteriores enviando fitas de audição para os Estados Unidos na esperança de conseguir um papel. Langford também tinha audições para Neighbours e Home and Away que não progrediram – algo que ela disse que faz parte do trabalho.

“Há certos papéis que você realmente quer ter, mas precisa aprender a lidar com a rejeição”, disse ela. “Agora estou em um ponto em que percebo que 90% das vezes você não consegue um emprego não por causa de sua atuação, mas por causa do seu visual, então você não pode levar a coisa para o lado pessoal”.

Enquanto Langford, que é representada pela Actor’s Management International, aguarda o lançamento de Wish Upon no final deste ano, ela planeja viajar para Los Angeles para buscar mais projetos.

Matéria: AAA/Ali Robert Studio | Tradução: Chris (Equipe Josephine Langford Brasil)

Nenhum comentário

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Últimas da galeria

Layout por Rosé e codificado por Gabriela Gomes • Josephine Langford Brasil • Hosted by Flaunt